Geração conectada com o Mundo e lincada com ninguém

Publicado: 10/13/2009 por Gabi em Outros textos
Nós jovens temos o orgulho de sermos a geração da tecnologia, de sabermos mexer nas maquinas de última geração muito mais do que os nossos pais. É muito engraçado ver um pai de 45 anos pedindo (ou até implorando) ao seu filho de 15 anos para ensinar a mexer no computador novo que ele comprou.

Alguns adultos tentam desprezar, outros até a menosprezar a tecnologia, mas o fato é que nossa sociedade está cada vez mais dependente dela, e esta é mais acessível e controlável pelos jovens.

Os jovens não pedem mais o telefone das meninas e sim o e-mail ou o endereço do “messenger”. Nossa geração não brinca mais no quintal (nem temos mais quintal), preferimos passar horas jogando em nossos computadores ou em nossos videogames avançados, e as meninas não têem mais diários e sim palms.

Dizem que somos da geração que está conectada com o mundo, mas eu fico pensando se isso é verdade ou não. Nós jovens temos o sistema de comunicação avançado aos nossos pés (ou em nossas mãos), mas acredito que este sistema não responde as nossas ansiedades.

[…]

E por último, mas não menos importante, temos a maravilhosa internet na qual eu entro e gasto horas todos os dias. Percebi que tenho muito mais “amigos” lá dentro do que aqui fora. Afinal de conta minha conta no orkut tá lotada! Lá eu não sou tímido e nem tenho nenhum complexo, pois posso ser quem eu quiser (ou quem eles querem que eu seja).

Apesar de todas estas facilidades da comunicação eu vejo uma juventude solitária. O que era para nos unir nos deixou mais sós. E é por isso que eu volto a afirmar: O que nós jovens precisamos não é de mais veículos de comunicação em nossa vida, mais tecnologia, nós precisamos de pessoas, mais relacionamentos, mais amor. Precisamos mais é de amizade, de abraços, de toques, de sentir o cheiro do outro, de um bom cafuné da mamãe. A geração da tecnologia clama: Pai me ensina o que é relacionamento!!!

Marcos Botelho

Anúncios
comentários
  1. mel disse:

    só confirmou meus pensamentos =)

  2. Giuliano disse:

    É realmente, mais relacionamentos e menos contato.

  3. Barbie disse:

    Eu acho q a juventude está sendo perdida, não por causa do tempo q passamos no computador ou na televisão, mas dos efeitos q isso acaba causando… as crianças estão tendo acesso às informações muito rapidamente, ainda sem maturidade o suficiente para entendê-las, e muitas acabam literalmente perdendo a infância e pulando para a fase da adolescencia… sem o menor preparo emocional. cientistas afirmam que quanto mais se assiste televisão, menos tempo de concentração a pessoa acaba desenvolvendo, afinal é só clicar em um link e estamos em uma página do outro lado do mundo… e por fim, é claro… a questão do relacionamento que foi muito bem colocada no texto, afinal é anticristão nos afastarmos dos nossos irmãos já que a bíblia prega o amor e o cuidado.

  4. Gabi disse:

    Gostei muito do que vocês escreveram. :* obrigada.

  5. Larissa disse:

    Muito bom. 😀

  6. Bruna disse:

    Realmente, precisamos gastar o nosso tempo perto de pessoas das quais nos sentimos bem. Precisamos chegar e dizer que ela é muito importante na nossa vida, que passou varios momentos ao lado dela e quer passar muitos outros, que essa é uma amizade que só tem a crescer, não vamos gastar todo o nosso tempo na tecnologia, vamos falar dos nossos sentimentos para aqueles que amamos. Não deixe pra depois, porque pode ser que seja tarde demais. Aproveite, sinta e viva. *-*

  7. Israel disse:

    Eu não sei se concordo.

    Eu sou um cara que passa o mínimo de tempo possível no computador. E mesmo assim, as minhas tardes e noites são basicamente para estudar, dormir e me relacionar com as pessoas que moram na minha própria casa.

    Ou seja, eu concordo, desde que as pessoas “reais” citadas por ele sejam as pessoas da minha casa.

    Mas, para os meus amigos de fora, especialmente da igreja, eu discordo. A net é sim um meio de você se comunicar (Apesar de eu raramente usar) e melhorar as suas amizades.

    E claro que a internet não pode ser o meio básico de um relacionamento, mas pode ser um bom meio auxiliar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s